Enchentes 2008

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Acidente com o Gasoduto Bolívia-Brasil em Santa Catarina

E-mail Imprimir

As obras de reparo do gasoduto Bolívia-Brasil na localidade de Belchior, em Gaspar/SC, têm prosseguimento hoje com a chegada dos equipamentos à base de apoio da TBG montada próximo ao local.  Até o momento, as equipes estiveram trabalhando na abertura de estradas de acesso a área, já que as vias da região estavam bloqueadas. Foram abertos até o início desta tarde 9 km de estrada vicinal.  Além da abertura de acessos terrestres, a TBG está trabalhando na retirada de material - lama, pedras e árvores - que está sobre o duto e na estabilização de encostas para garantir a segurança da operação, evitando novos desmoronamentos.  

A base de apoio montada em Gaspar está recebendo nesta tarde geradores de energia elétrica, carretas de iluminação, tubos, máquinas de corte e de solda. Além dessa base, a TBG montou outros três pontos de apoio: no Rio de Janeiro (Sede da empresa), em Florianópolis, responsáveis por planejamento e logística; e em Blumenau, (apoio operacional). Além disso, está utilizando três helicópteros, sendo um de carga e dois para transporte de passageiros.

Para início dos serviços de reparo estão previstos o trabalho de estabilização das encostas e a inspeção técnica do gasoduto.  Esta avaliação está sendo feita não só no trecho danificado, mas em todos os pontos do gasoduto em Santa Catarina, numa ação que conta com especialistas em geotecnia do CENPES - Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras - e do Serviço de Engenharia da Petrobras.
A TBG está trabalhando 24 horas por dia nos serviços de reparo do gasoduto, para concluir as obras no prazo previsto, desde que as condições climáticas estejam favoráveis.

Informações TBG

Ildemar Pinto Nunes
Gerente de Engenharia, Meio Ambiente e Segurança - GEMS
Diretoria de Manutenção e Operação